James Hetfield: "Se estiver vivo aos 70, espero ser tão fixe como o Brian May"


Os Metallica passaram recentemente pelo nosso País, onde prestaram uma linda homenagem ao Enorme Zé Pedro. Recentemente James Hetfield recordou à Ultimate Guitar o encontro que teve com os Queen no verão passado, quando a banda se encontrava eu tour pela América do Norte e Canadá.


Relembramos que os Metallica são admiradores confessos dos Queen, actuaram no Tributo a Freddie Mercury em Abril de 1992, e já tocaram por diversas vezes Stone Cold Crazy nos seus concertos, referenciado sempre os Queen como uma das suas maiores influências.


Passamos então a palavra a James Hetfield...


Os Queen foram uma grande inspiração para mim, nos primeiros tempos, especialmente Brian May. A ver o Brian... Houve uma altura no concerto (James está a referir-se a um recente concerto dos Queen a que assistiu), em Bohemian Rhapsody, em que foi como um sonho de Rock 'n' Roll ao qual estava a assistir. Eu estava na mesa de som, a olhar para ele, na longuíssima rampa. Ele foi para o meio da mesma, antes do solo. Havia fumo, uma luz por trás dele, o seu cabelo branco, esta aura branca à volta dele, enquanto ele é elevado no palco e está a fazer o solo. E ele tem vestida uma capa prateada gigante, com um look dos anos 70.


O Kirk (Hammett) e eu estávamos a olhar um para o outro como que a dizer "Cum caraças! Isto é maravilhoso". 100% Fãs naquele momento. E depois do concerto... (risos) o Brian diz “Estava a pensar se o Kirk gosta do que estava a tocar”, o Kirk e eu olhamos um para o outro e pensámos “Ãh? Sim, o Brian acabou de dizer isso”. Conhecemos o roadie do Brian e estávamos a conversar e ele tinha uma guitarra com ele e disse “Hey, eu conheço algumas pessoas da vossa equipa” e isto e aquilo. E eu a pensar “O que é que tens aí? Essa é A Guitarra?” e ele diz “Sim, é”. E eu perguntei “Será que podemos só olhar para ela?” e ele diz "Sim, claro. Brian, pode ser?” e o Brian diz ' Oh, claro que sim, pode ser.” Ele tira a guitarra para fora, dá-ma e eu estou a tocar na “Old Girl” original do Brian May, que ele e o pai construíram quando ele tinha 18 anos. E ele ainda a leva em tour e toca com ela todas as noites. Foi espectacular. E depois o Brian mete-se ao pé de mim e começa a tirar selfies. E eu só pensava “Oh meu Deus!”. Não conseguia tirar o sorriso da cara. Foi muito muito fixe. E depois o Kirk diz (imita a voz de Kirk) “É a minha vez! É a minha vez!”. Podemos todos tocar com a guitarra do Brian. Foi um momento super memorável e inesquecível. Espero que, se estiver vivo aos 70, ser tão fixe e humilde e a desfrutar da vida como o Brian faz. Ele é tão sereno. É uma grande inspiração."


James Hetfield



© 2011 - 2020 - Queen Portugal - Portal da Comunidade de Fãs Portugueses dos Queen