The Rhapsody Tour adiada para 2022


Queen + Adam Lambert - "Isto parte os nossos corações..."

The Rhapsody Tour novamente adiada Mas o espectáculo continua em 2022 - com duas novas datas para Glasgow, mas ainda sem qualquer anúncio de data para Portugal.

Os nossos Brian May e Roger Taylor, além de Adam Lambert, falaram hoje sobre estarem de "coração partido" por terem que adiar uma vez mais as datas tão aguardadas no Reino Unido e na Europa da sua mundial The Rhapsody Tour.


Após as prestações fantásticas pela Ásia e Oceânia no inverno passado, os Queen + Adam Lambert tinham uma serie de concertos agendados, para o Verão de 2020, na Europa e no Reino Unido. Durante as férias da banda, o surto de coronavírus não deixou opções de escolha a não ser priorizar a segurança dos fãs, da banda e sua equipa adiando as datas para 2022.


Agora, com a pandemia de COVID-19 ainda longe de ser resolvida, a banda é forçada pela segunda vez a remarcar as datas da tour, mudando-as para 2022. "Devido às continuadas restrições derivadas do Covid, não há possibilidade da tour prosseguir como estaria planeada para este ano", "Queen + Adam Lambert disseram hoje. “A perspectiva de novamente não sermos capazes de nos apresentar e experimentar esse público maravilhoso é simplesmente de partir o coração".


Para minimizar a decepção dos fãs, Brian, Roger e Adam anunciaram um conjunto novo e ampliado de datas para os concertos da The Rhapsody Tour no Reino Unido e na Europa em 2022, a banda espera que aí seja finalmente seguro apresentar-se para grandes públicos.


Enquanto a tour permanece marcada para o período original de Maio a Julho, as datas de 2022 agora começarão no Reino Unido, iniciando com dois concertos no Manchester MEN Arena em 30 e 31 de Maio. Os fãs britânicos também receberão mais dois extras no Reino Unido no Hydro de Glasgow nos dias 2 e 3 de Junho - ambas as datas já estão à venda aqui. A lista completa dos agora 29 concertos remarcados irá, como antes, incluir uma maratona de 10 noites na The O2 de Londres, além de dois concertos cada em Manchester e Birmingham (e agora em Glasgow), Portugal no entanto continua a não fazer parte do quadro de datas.


Os promotores da Rhapsody Tour confirmaram hoje que todos os ingressos comprados anteriormente continuam válidos para os concertos reprogramados correspondentes. Os titulares de ingressos serão contactados pelo seu ponto de compra para informações sobre a troca de ingressos para as novas datas. Novas datas podem ser encontradas em QueenOnline.com. “Queremos deixar isso claro. Nenhum dos programas de 2020 e 2021 foi cancelado, apenas reorganizado devido ao COVID-19. Nós realmente esperamos que o maior número possível de pessoas que foram reservadas para as datas originais em 2020 ainda possam se juntar a nós para os espectáculos".


Brian May acrescenta: “Aquelas cenas incríveis nesses concertos agora parecem um sonho impossivelmente distante. Num minuto estamos na Austrália exibindo as nossas coisas e interagindo com milhares de pessoas felizes, no minuto seguinte estamos presos em casa. Tivemos muita sorte de poder completar aquela tour, correndo um pouco antes da onda que estava prestes a assolar todos nós.


Apesar da dificuldade em estar fora da estrada, a banda aproveitou certamente ao máximo o seu tempo de inatividade forçado, com Brian, Roger e Adam a conseguirem permanecer activos ao longo de 2020. No início do primeiro bloqueio, os três artistas conectaram-se, ligados por uma faixa de guitarra que Brian postou no seu Instagram. A trabalhar remotamente, Roger e Adam adicionaram as suas partes à faixa de Brian, levando a uma nova versão de We Are The Champions, o seu pioneiro single de confinamento You Are The Champions. Com os lucros a irem para os profissionais de saúde da linha de frente, a faixa tornou-se um grito musical de apoio a todos que lutavam contra o Coronavírus. O vídeo apresentava muitas cenas de enfermarias de Covid e incluía a própria filha de Roger, médica, Rory Taylor. O vídeo foi visto quase 4 milhões de vezes durante seu primeiro mês no YouTube, com a receita a ser revertida para o Fundo de Resposta Solidária Covid-19 da Organização Mundial de Saúde.


Roger Taylor respondeu à política de ficar em casa escrevendo e gravando as suas reflexões pessoais da época com a faixa "Isolation", que lhe deu um single e vídeo N.º1 nas tops de rock.


Mantendo-se envolvida com os seus fãs, a banda voltou ao YouTube com uma Tour Watch Party oferecendo destaques das apresentações dos Queen + Adam Lambert de tours anteriores. A resposta entusiástica levou diretamente à compilação, mixagem e lançamento de seu primeiro álbum juntos, Live Around the World, que contou com dois temas gravados em Portugal, apresentado em CD, DVD, Blu-ray e vinil. Uma versão de Live Around the World está agora disponível alugar, ou para stream via download.


Falando sobre o lançamento de Live Around The World no final do ano passado, a banda disse: “Como todos nós lutamos com o desafio de criar shows ao vivo em um mundo dominado por um formidável inimigo viral, parecia o momento perfeito para criarmos uma coleção de destaques ao vivo escolhidos a dedo de nossos shows do Queen nos últimos sete anos com nosso irmão Adam Lambert. Ao assistir e ouvir essas faixas, você estará viajando ao redor do mundo connosco e experimentando um set virtual completo ao vivo ”.


Em tempos tão desafiadores, Live Around The World provou ser um impulsionador de positividade para os fãs, enquanto eles continuam à espera que a The Rhapsody Tour ser retomada. Live Around The World deu aos Queen + Adam Lambert um álbum n.º 1 na semana de lançamento no Reino Unido bem como em outros lugares ao redor do planeta - marcando o primeiro álbum n.º 1 do Queen no Reino Unido em 25 anos, o seu décimo no total.


Ao voltar a tocar ao vivo novamente, Roger Taylor diz: "Quando eventualmente tocarmos em frente a público ao vivo, será com um ataque fervorosamente renovado e iremos maravilhar-nos com a fantástica experiência de, de facto, interagir com eles outra vez."


O frontman Adam Lambert disse: “É tão decepcionante ter que adiar novamente, mas a segurança vem em primeiro lugar, e estamos ansiosos para a primavera de 2022, aí estaremos de volta, melhor do que nunca”.


O adiamento das datas da turnê deste ano é especialmente decepcionante para a banda, que estava ansiosa para fazer os espectáculos como parte de um marco significativo para os Queen. Passaram-se cinquenta anos desde o recrutamento de John Deacon em 1971, completando a formação clássica dos Queen, 2021 marca o Jubileu de Ouro da Rainha que a banda esperava celebrar com os fãs.


No entanto, The Show Must Go On - e será em 2022, quando os Queen + Adam Lambert retornarem à tour e embarcarem juntos no próximo capítulo... por cá ainda acreditamos numa data portuguesa!


#PortugalAwaitsQueen


Queen + Adam Lambert - The Rhapsody Tour 2022:

Fonte: Queen Online


 

SOBRE NÓS:

O Homem, por si só, não consegue viver isolado. Os seres humanos precisam de comunicar, expressar… precisam que a sociedade lhes garanta uma estrutura onde ele se revejam. As comunidades são importantes porque acolhem, protegem e permitem a partilha. São micronações reguladas de forma endógena pelo interesse no bem comum e o Queen Portugal é tudo isto sendo que o nosso bem comum são a melhor banda de rock de todos os tempos: os Queen.

© QUEEN PORTUGAL
2011 - 2021