Cinco curiosidades sobre os Queen


Porque é sempre bom lembrar os Queen, trazemos agora, através do site A Queen Of Magic, cinco curiosidades da banda formada por Freddie Mercury, Brian May, Roger Taylor e John Deacon.


Brian May, com a ajuda do Pai, construiu a sua própria guitarra

A famosa 'Red Special' do nosso Brian é única em todos os aspectos que se possam imaginar. Aos 16 anos, a sua velha guitarra acústica já não dava para mais, então Brian decidiu fazer a sua própria guitarra. Como a família não tinha dinheiro para comprar uma nova, o Pai de Brian, Harold, que era engenheiro eletrônico, ajudou o seu filho a projectar o seu próprio instrumento. Então juntaram todos os tipos de materiais que tinham pela casa, incluindo um carvalho velho, uma mesa e um armário de lareira. Muitas das ferramentas que Brian May usou na construção da guitarra foram feitas por ele mesmo. No total, Brian e o Pai levaram cerca de dois anos a terminar o instrumento, que com o tempo o guitarrista dos Queen modificou ao seu gosto.


Deacon John?

O nosso Deacy viu os Queen pela primeira vez num concerto que a banda deu algures no ano de 1970. Mas rezam as histórias, que não ficou muito impressionado. No entanto alguns meses depois, abordou Roger Taylor e Brian May, quando o grupo precisava de um baixista. Fizeram-lhe o teste e os Queen encontravam assim a peça que faltava. O engraçado é que na estreia da banda, John Deacon aparece creditado como “Deacon John”. A ideia era fazer com que seu nome soasse de forma um pouco mais atraente. Parece que John não ficou lá muito entusiasmado com a ideia, já que no segundo álbum da banda, apareceu com o seu nome creditado correctamente.


Quem gosta da banda…Gosta muito!

O clube de fãs da banda aparece no Guiness Book of Records como o mais antigo da história... Na verdade, já são mais de quatro décadas de história: neste 2021 o Queen Fan Club comemora 47 anos de existência.


Não era Hollywood... Para os Queen nem precisava de ser...

O início de uma banda de rock geralmente é humilde e envolve fazer uso de tudo o que se tem ao alcance para dar os primeiros passos. O caso dos Queen não foi exceção. Por exemplo no mesmo dia, o grupo gravou dois videoclipes para as músicas Spread Your Wings e We Will Rock You respectivamente. O local escolhido foi o quintal da casa de Roger Taylor.


Nunca se sabe quando surge a inspiração

O assistente pessoal de Freddie Mercury andava sempre com o papel e caneta atrás, para o caso de Freddie ter repentinamente um momento de inspiração. Faz sentido, considerando a forma como Freddie teve a ideia de escrever a música Crazy Little Thing Called Love. Freddie escreveu o tema em 10 minutos, enquanto relaxava num banho no Bayerischer Hof Hotel em Munique.


De lá, correu para o estúdio para a gravar em tempo recorde. Aliás, existe até uma história engraçada contada pelo produtor Reinhold Mack: “Chamaram-me do nada, quase sem tempo para preparar tudo, mas consegui. Em pouco tempo deram forma à canção e foram apressados em dizer: "Rápido, antes que o Brian apareça e isto se arraste."



Fonte: A Queen Of Magic