Queen The Greatest | EP 15: Queen no Japão: Parte 2 - QueenMania






“Queen - The Greatest” - uma celebração dos 50 maiores momentos da história dos Queen até agora. Uma série de 50 semanas no YouTube a celebrar os momentos-chave da história dos Queen, lembrando-nos o porquê da banda e da sua música continuarem a ser amados em todo o mundo.

O episódio desta semana continua celebração do duradouro relacionamento dos Queen com o Japão - com destaque para o lançamento de um álbum de grande sucesso em 2004 e para a realização de um festival dez anos depois. Em 2004, apenas no Japão era lançado o álbum Queen Jewels que vendeu mais de um milhão de cópias.


O vínculo entre o Japão e os Queen foi firmemente estabelecido por via de algumas digressões da banda nas décadas de 1970 e 1980. A banda mais tarde voltaria ao Japão, primeiro em 2005 com Paul Rodgers e depois em 2014 e 2020 com Adam Lambert.


Apesar da ausência do circuito de digressões, a música dos Queen continuou a ser valorizada no Japão ao longo dos anos 90 e no Século XXI, muito graças à inclusão de temas da banda em anúncios televisivos e séries de televisão, particularmente numa das maiores séries dramáticas do Japão, o sucesso foi tal que levou ao lançamento de um álbum compilação de vários "sucessos" especiais, exclusivo para o Japão - Queen Jewels. O álbum vendeu mais de um milhão de cópias. O tema I Was Born To Love You foi apresentado num anuncio de cervejas, tendo alcançado o primeiro lugar nos tops de singles no país do sol nascente..


Em 2014 a banda foi convidada para regressar ao Japão, onde seria a atração principal do Summer Sonic, maior festival de rock daquele país. Todo o concerto no Summer Sonic foi filmado, de destacar a performance em I Was Born To Love You, o tema favorito do público japonês.


O Japão é agora uma novamente destaque regular na agenda de digressões dos Queen, a banda que ali voltou em 2020 para realizar quatro concertos lotados em arena atuando para um público combinado de mais de 132.000 pessoas em todo o país, provando que este caso de amor mútuo ainda continua muito forte…


Kaz Utsunomiya: “Mesmo que os fãs japoneses os amassem, se a banda não retribuísse esse tipo de amor, eles não teriam sido tão grandes. Acho que é um respeito mútuo pela cultura, respeito mútuo pelas pessoas, que está ligado às melhores músicas.


O episódio desta semana desenrola-se com Brian May a dirigir-se à multidão: “Isto é especialmente para vocês. E se vocês quiserem cantar isso seria maravilhoso”, levando o público a cantar em conjunto uma das canções mais queridas dos Queen no Japão, Teo Torriatte (Let Us Cling Together), a música escrita por Brian, especialmente para os fãs japoneses da banda, incluiu parte da letra em japonês que é aí cantada por Brian nessa mesma língua. Pela alegria no rosto do público, é evidente que o vínculo entre os Queen e o Japão continua tão forte como sempre.


Próxima semana: Os Êxitos de John.


Fonte: Queen Online