Another World - De Regresso à Árvore


O Another World de Brian May ficará disponível a 22 de abril e encontra-se em pré-venda aqui.


Numa nova entrevista Brian recorda a história por trás da sua viagem em 1998 para fotografar a extraordinária árvore que figura na capa de Another World, e partilha imagens exclusivas da sua extraordinária jornada para a revisitá-la em Março de 2022.

O nosso querido guitarrista regressou a uma das localizações mais marcantes associadas ao seu trabalho a solo para uma nova entrevista que marca o relançamento do seu segundo álbum de estúdio Another World. O álbum ficará disponível numa edição aumentada e remasterizada a partir de 22 de Abril.


A serie irá estrear no Youtube Terça-feira dia 12 de abril e os episódios serão lançados semanalmente até meados de Maio. Simon Lupton será o responsável pelo conteúdo, tal como aconteceu recentemente na serie de 50 episódios de Queen The Greatest.


Neste vídeo, Brian fala sobre revisitar a ilha de El Hierro, a segunda mais pequena das ilhas Canárias, perto da costa de Africa. Foi aqui que a memorável imagem para a capa de Another World foi captada, mostrando a famosa, simbólica e árvore histórica, em El Sabinar, em La Dehesa.


Brian reconta a história da sua viagem original em 1998 para fotografar a extraordinária árvore e o seu subsequente regresso emocional a El Hierro em Março de 2022. "Eu chamo-lhe "A minha árvore" disse. "É realmente quase que um emblema nacional de El Hierro, se preferirem."


Ele relembra que a primeira vez que ficou a saber da existência desta magnifica árvore teve um efeito significante na sua forma de pensar. "Eu vi a árvore pela primeira vez num artigo de jornal, a preto e branco, e pensei, ‘Mas que coisa fantástica!’ Porque eu estava sempre…. Estou sempre a passar por tempos difíceis, tipo emocionalmente, tanto faz. E esta foi uma altura dificil. E pensei, ‘Se eu não mudar, vou quase que morrer nesta situação,’ então tenho de arranjar maneira de o ultrapassar."


Esta árvore (estava) a viver em circunstâncias adversas. Está a tentar crescer num local onde há um vento forte a vir dos oceanos, vento com água salgada, e mesmo assim consegue sobreviver. Como sobreviveu? Adaptando-se. Pensei que queria visitar aquela árvore. Então encontrei-a numa revista de viagens. Ali estava ela, em Sabinosa em El Hierro. Num impulso – Quero dizer, às vezes tens de viver a vida por impulsos, não é? – Eu pensei,'OK, temos de ir lá.'"


Brian fala da sessão de fotos: "Tirámos fotos de mim e da árvore, e eu estava a tentar encontrar maneiras de fazer o que a árvore fazia. Eu estava a experimentar estas poses tipo para imitar a pose da árvore. E eventualmente, lembrámo-nos desta coisa, que acho que fiz quase por acidente. Foi apenas quase que dobrar-me e adaptar-me dessa maneira. Então vêem-me ao lado da árvore."


Isto foi tudo na altura antes de haver Photoshop, claro. "Não podias alterar nada, então estás a olhar para algo que é real, e infelizmente ou felizmente, a árvore é realmente muito grande." ele revela. "É quase o dobro do meu tamanho. Então para conseguir o evento que queríamos, usámos a perspetiva. A árvore é um grande símbolo do Another World para mim."


Voltar à árvore cerca de 24 anos depois foi impactante para Brian. "Agora tem uma corda à volta e agora diz, 'Por favor não entrar'", ele nota, "e eu não entrei. Foi tão tentador aproximar-me e abraçar a árvore e tocar-lhe e entrar em contacto com todos aqueles anos passados. Mas não o fiz porque pensei, 'Tenho de servir de exemplo.' Tenho de fazer o mesmo que outra pessoa qualquer, e não deveria passar a barreira. Devo respeitar aquela árvore, não lhe tocar, apenas desfrutar de estar perto dela, e esperançosamente, ela estará lá por mais 300 anos."


O Another World de 1998 foi o sucessor do álbum de estreia de 1992 Back to The Light, e está a ser reeditado juntamente com o seu single original On my Way Up como o segundo lançamento das suas Gold Series. O álbum contem a marca de Brian, com uma guitarra arrasadora juntamente com melodias inesquecíveis, algumas exuberantes versões cover e, dois novos CDs e edições de box set, uma generosa seleção de remixes que nunca foram lançados, raridades e temas ao vivo.



Fonte: Queen Online