Os Queen voltaram a Wembley para o Tributo ao Eterno Taylor Hawkins


No passado dia 3 de Setembro de 2022, o estádio de Wembley assistiu mais uma vez à despedida de uma figura imortal do Mundo da música. Se a 20 de Abril de 1992 milhares assistiram a uma enorme constelação de estrelas que se juntaram para prestar a sua homenagem a Freddie Mercury, desta vez foi a vez de se despedirem de um dos seus maiores fãs.


Foi no dia 25 de Março de 2022 que o Mundo acordou com a notícia de que Taylor Hawkins havia permaturamente desparecido e quando os Foo Fighters e Alison Hawkins planearam uma homenagem a Taylor muitas foram as estrelas que quiseram prestar o seu Tributo.


Esta foi uma emissão de 6 horas transmitida através do YouTube e que chegou a ter 400 mil pessoas a assistir por todo o Mundo. Com os companheiros de banda de Taylor sempre presentes, a celebração da vida de Hawkins foi aberta por Liam Gallagher e contou com a presença de estrelas como: Wolfgang Van Halen, Justin Hawkins, Pretenders, James Gang, Lars Ulrich, Brian Jonhson, Stewart Copeland e Rush e isto em apenas 4 horas de concerto!


Eram por volta das 20h30m quando Brian May e Roger Taylor acompanhados por Rufus Taylor na bateria entraram em palco para tocar We Will Rock You (Slow and Fast) acompanhados por Luke Spiller que tantas vez cantou Queen com Hawkins na sua banda Chevy Metal. Sem que ninguém esperasse eis que começou I'm in Love With My Car, sendo que Roger deixou a bateria a cargo de Rufus para poder cantar o seu tema em plenos pulmões. Seguiu-se a imortal Under Pressure com Justin Hawkins dos The Darkness na voz. Eis que Dave Grohl aparece em palco para anunciar que têm um convidado muito especial escolhido por Roger para cantar Somebody to Love! Mais uma vez sem que ninguém esperasse Sam Ryder, estrela britânica da Eurovisão, juntou-se às estrelas em palco para interpretar este tema. Mas a atuação de Queen ainda não tinha chegado ao fim... Para terminar Brian iluminou todo o estadio do Wembley para nos deixar a todos com lágrimas nos olhos com Love of My Life! Brian e Roger deixaram o palco mas o espetáculo estava longe de terminar...


O set de Foo Fighters iniciou-se com uma emotiva Times Like This que não deixou ninguém indiferente, sendo que os Foo Fighters contaram com diversos convidados incluindo Nandi Bushell e Travis Barker que ocuparam o seu lugar na bateria. A meio do set de Foo Fighters houve ainda tempo para uma participação muito especial... Eis que Chrissie Hynde dos Pretenders aparece com nada mais nada menos do que o grande Paul Mccartney! A noite chegou ao fim com os Foo Fighters a interpretarem Aurora, que seria o tema de Foo Fighters favorito de Hawkins, uma emotiva My Hero com Shane Hawkins, filho de Taylor a arrasar na bateria e por fim, Grohl dedicou Everlong a Taylor, tema que terminou com uma ovação de todos os artistas presentes a Taylor Hawkins.


Para além dos inúmeros artistas que pisaram o palco de Wembley, foram também várias as figuras que gravaram os seus tributos a Hawkins incluíndo: Duff McKagan & Slash; Nikki Sixx; Elton John e Chad Smith, entre muitos outros.


Temos a certeza absoluta que Taylor Hawkins onde quer que esteja adorou este concerto, que juntou grandes lendas da música, que acima de tudo eram grande amigos seus, pois como Duff MacKagan referiu Taylor Hawkins tinha uma magia prórpria que fazia com que todos se tornassem seus amigos


Na eternidade Taylor Hawkins assistiu certamente ao lado de Freddie Mercury, ao regresso dos Queen a Wembley num espétaculo que ficará para a história!


Relembramos que no próximo dia 27 em Los Angeles Brian, Roger e Rufus subiram novamente a palco na companhia de outros grandes nomes da música para novamente celebrar a vida e o legado do eterno Taylor Hawkins.