top of page

Desfazendo um dos maiores mitos do Rock in Rio e dos Queen em 1985...


Freddie Mercury

Na noite de 11 para 12 de Janeiro de 1985, os Queen faziam a sua primeira aparição naquele que seria o primeiro Rock in Rio de sempre, que contou com outros grandes nomes da música internacional, como AC/DC, Iron Maiden, Ozzy Osbourne, Rod Stewart, Scorpions ou Whitesnake.


Rock in Rio

Um concerto realizado na Barra da Tijuca e que foi transmitido em directo para toda a América Latina. À data, este foi o maior evento para a banda em termos de público, foram cerca de 250 mil pessoas.


Aproveitando este marco histórico, vamos novamente desmistificar uma verdadeira fake news, com mais de trinta e nove anos e que teima em circular...


Falamos de uma narrativa que afirma que o público brasileiro não gostou do figurino de Freddie Mercury durante I Want to Break Free, tema do álbum The Works (1984), e que conta com o marcante videoclipe onde os Queen se vestem de personagens da novela Coronation Street e que, na época, gerou polémica fora do Reino Unido, com a MTV nos Estados Unidos da América a censurar o vídeo.


Esta narrativa é pura e simplesmente mentira, e prova disso são os relatos dos fãs presentes naquele momento, que desmentiram a história de Freddie ter sido vaiado e apedrejado devido ao seu figurino que continha os célebres seios postiços.



No livro do nosso querido amigo William Nilsen, um dos fãs presentes, Roberto Camizão, explica que este mal entendido se deveu ao Freddie ter lançado os seus falsos seios para o público. Tendo o adereço acabado por ficar preso nas vedações ali existentes, levando a que uma grande multidão tentasse agarrar o presente vindo do palco. Com este movimento de pessoas gerou-se uma grande confusão com os seguranças, que foram apedrejados com pequenas pedras que se encontravam no chão.


Ou seja o público do Rock in Rio nunca quis faz mal a Freddie Mercury, como sempre se tentou passar nessa velha e caduca narrativa.


Recordar ainda que a banda voltaria ao palco do Rock in Rio no dia 18 de Janeiro, para mais uma extraordinária noite, de sentimentos antagónicos, afinal os Queen estavam de volta à Cidade do Rock mas esta era a sua última atuação.


Do concerto de dia 18 resultou Rock in Rio Blues, o improviso dos Queen dedicado ao Rock in Rio e seu público. Tema este que viria a ser lançado, em 1995 como lado B da A Winter's Tale.



Estas e muito mais histórias podem ser encontradas no livro "Queen no Brasil, 40 anos depois a Magia Continua", uma fabulosa obra da autoria do nosso amigo William Nilsen.


Se quiserem saber mais sobre as passagens dos Queen pelo Brasil, basta adquirirem este livro através deste link.


Queen

Um agradecimento especial ao William Nilsen!


Comentários


bottom of page