Sobre os Queen          Cronologia          Discografia          Freddie Mercury          Brian May          Roger Taylor          John Deacon

 

Os Queen, ao longo da sua história, já venderam mais de 300 milhões de cópias em todo o mundo. Nos anos 70 e 80 dominaram as tabelas britânicas apresentando magnificas produções nos seus vídeoclipes e nos seus concertos. Embora nunca tenha sido levada a sério pela crítica nos anos em que esteve no activo, actualmente a banda é considerada uma das melhores bandas rock de todos os tempos quer pela crítica, quer pelo público que ficou rendido à qualidade apresentada nas suas misturas únicas, e pelas suas apresentações ao vivo complexas e elaboradas, obviamente alianda à qualidade inquestionável dos seus membros integrantes mas, particularmente, ao carisma do seu vocalista Freddie Mercury.

 

Em 1967, Brian May, Tim Staffel e Roger Taylor formaram a banda Smile no Imperial College, e Londres, onde estudavam. Após Tim Staffel (vocalista e baixista) ter abandonado o grupo em 1970, o mesmo apresentou Farokh Bulsara aos restantes membros em Abril desse ano. Foi então que Freddie Mercury se juntou a Brian May e Roger Taylor e baptizando a banda com o nome Queen. Em 1971 John Deacon completou a formação ocupando o lugar de baixista que inicialmente pertencia a Barry Mitchell.

Em 1973 é lançado o primeiro álbum da banda intitulado 'Queen'. O álbum caracterizou-se por ter um som pesado, um pouco à imagem da onda heavy metal que existia na Inglaterra no início da década de 1970. Deste álbum destaca-se a faixa 'Keep Queen Alive' que conseguiu atingir o Top 40 no Reino Unido.  

Em 1974 lançam o álbum 'Queen II', com um som mais melódico e com a música 'Seven Seas of Rhye' que atingiu o Top 10. Nesse mesmo álbum lançam o álbum 'Sheer Heart Attack' que foi o maior sucesso de vendas da banda até então, estando entre os 10 álbuns mais vendidos no Reino Unido catapultando a banda para os EUA onde realizaram uma tournée com bastante sucesso.

Em 1975 os Queen lançaram 'A Night at the Opera', que vendeu mais  de um milhão de cópias e atingindo o topo da tabela britânica e dos EUA. O álbum  lançou os Queen definitivamente para o sucesso com o rock pesado de 'I'm In Love With My Car', com as baladas românticas 'Love Of My Life' e 'You're My Best Friend' e uma canção impossível de se classificar, 'Bohemian Rhapsody'.

Em 1976 lançam o quinto álbum ' A Day at the Races' marcado principalmente pela guitarra de May e pela bateria de Taylor tendo, portanto, músicas mais pesadas como 'Tie Your Mother Down' e 'White Man'. Este álbum conta ainda com uma obra-prima vocalística de Freddie Mercury, 'Somebody to Love'.

Nesta época os Queen procuravam novos mercados fora do eixo Europa-EUA-Japão e, pela primeira vez, uma grande banda realizava tournées na América do Sul e em África. O Hot Space, lançado em 1982, trazia um som muito diferente do usual, substituindo o metal e o hard rock por um estilo mais disco/funk e música electrónica. Embora recebido com alguma desconfiança pelos fãs, a tournée que o promoveu obteve um enorme sucesso. Este álbum ainda incluiu, pela primeira vez, a colaboração com outro cantor, David Bowie, na música 'Under Pressure'.

Esta época antecipava as carreiras a solo dos membros da banda, onde Freddie foi o mais bem sucedido optando pela música pop e electrónica. Devido a estes trabalhos a solo, a década foi marcada por maior distanciamento temporal entre os álbuns.

O álbum 'The Works', lançado em 1984, lançou a banda novamente nas tournées mundiais com grandes hits da banda 'I Want to Break Free', 'Radio Ga Ga' e 'Hammer to Fall'. Esta tour inclui uma passagem memorável pelo primeiro Rock in Rio realizado no Brasil em 1985, onde os Queen foram a estrela maior dando um espectáculo fantástico perante 250 mil pessoas. A 13 de Julho desse mesmo ano, os Queen mostraram ao mundo a sua qualidade, roubando todas as atenções no show de solidariedade Live Aid. É considerado, pela crítica, o melhor concerto rock de todos os tempos.

Em 1986 a banda lança 'A Kind of Magic', contendo a banda sonora do filme 'Highlander'. Este álbum devolveu os Queen ao topo das tabelas mundiais, incluindo canções como 'Who Wants To Live Forever', 'Friends Will Be Friends', 'A Kind of Magic' e 'One Vision'. No mesmo ano a banda embala para uma tournée mágica, a 'Magic Tour' que se desenrolou apenas na Europa. A 9 de Agosto de 1986, os Queen apresentaram-se pela última vez ao vivo no Knebwoth Park perante 140 mil fãs que esgotaram os bilhetes em duas horas.

Em 1989, e após uma pausa, os Queen regressam ao estúdio e gravam o álbum 'The Miracle' que ficou conhecido pela complexidade da sua capa e pelos exitos 'The Miracle', 'I Want It All' e 'Breakthru'. Este ábum tornou-se mais um grande sucesso da banda mostrando a banda estava mais unida que nunca. No final de 1989 os Queen foram eleitos o grupo rock mais influente dos anos 80.

Em 1991, e após surgirem rumores mais fortes de que Freddie Mercury tinha contraído SIDA, o que sempre negou, a banda decidiu gravar um álbum livre de conflitos e diferenças, o 'Innuendo'. Embora a saúde do vocalista se começasse a deteriorar, Mercury esforçou-se para finalizar a sua contribuição neste álbum onde se destacam 'The Show Must Go On', 'These Are The Days Of Our Lives', 'Innuendo' e 'Bijou'.

Em 23 de Novembro de 1991, Freddie divulgou à porta da sua residência em Garden Lodge que tinha SIDA. Dez horas depois do anúncio Freddie Mercury morreu de broncopneumonia aos 45 anos de idade. O seu funeral foi privado e as suas cinzas estão em Garden Lodge.

A 20 de Abril de 1992, em sua homenagem, foi realizado no Estádio de Wembley o 'The Freddie Mercury Tribute Concert' que juntou os membros remanescentes dos Queen a músicos como David Bowie, Elton John, Guns N' Roses, George Michael, Metallica, Robert Plant, entre outros.

O último álbum de inéditos foi lançado em 1995 intitulado 'Made in Heaven'. Para este álbum, May, Deacon e Taylor trabalharam com algumas gravações feitas por Freddie Mercury e deram um novo arranjo de modo a poderem criar o álbum.

Em 1997, e após terem gravado o vídeoclip de 'No-One But You' em homenagem a Freddie, Deacon retira-se do mundo da música para se dedicar à sua família.

Em 2009 é lançado o álbum de compilações "Absolute Greatest" que conta com uma série de edições especiais e com algum material nunca antes divulgado.

A 14 de Março de 2011, celebrando o 40º aniversário da banda, foram lançados os cinco primeiros álbuns da banda numa versão especial remasterizada. A 27 de Junho foram lançados os cinco álbuns seguintes e, para completar esta edição especial, os últimos álbuns foram lançados a 5 de Setembro.

Em Setembro de 2014 foi recuperado o concerto dado em Londres em 1974, o Live at the Rainbow. Em Novembro do mesmo ano, mais um álbum de compilações foi lançado, intitulado Forever. Este álbum conta com uma música totalmente nova dos Queen ainda com a voz de Freddie Mercury, "Let Me in Your Heart Again", bem como o já esperado lançamento do dueto com Michael Jackson "There Must Be More to Life Than This".

Queen Portugal

© 2011 - 2020 - Queen Portugal - Portal da Comunidade de Fãs Portugueses dos Queen