Queen The Greatest | EP 36: Os Hits de Freddie


(Fotografia de: Simon Fowler. © Queen Productions Ltd.)


Queen The Greatest: uma celebração de 50 dos maiores momentos da história dos Queen até agora.


Uma série de 50 semanas no YouTube que celebra os momentos-chave da história dos Queen lembrando-nos o porquê da banda e da sua música continuarem a ser amadas em todo o mundo.


Para completar a celebração das proezas de composição dos Queen, olhando para qual membro da banda escreveu quais os sucessos, esta semana é a vez do majestoso Freddie Mercury. Incrivelmente, apesar de alguns dos seus maiores sucessos terem sido abordados em episódios da série, há ainda muito para contar.

O Queen The Greatest desta semana completa a celebração das maiores canções dos Queen e quem as escreveu, destacando cinco faixas clássicas compostas pelo inimitável vocalista da banda, Freddie Mercury. Este episódio chega poucos dias antes da marca dos 30 anos desde o seu falecimento.


Alguns dos maiores sucessos de Freddie, como We Are The Champions, Somebody To Love, Crazy Little Thing Called Love e, claro, a sua obra-prima, Bohemian Rhapsody, já foram apresentados nesta série. No entanto, ainda existem muitas outras joias preciosas para serem apreciadas, tal era a sua capacidade extraordinária de escrever clássicos intemporais.


O início desta jornada pelos sucessos de Freddie começa por uma música que se tornou mais popular com o passar do tempo. Don't Stop Me Now foi um sucesso quando foi lançada em 1979, mas, provando a sua longevidade, também liderou os tops do Reino Unido em 2006 quando os McFly fizeram a sua. Uma favorita nas festas, e regularmente votada como uma das melhores músicas para conduzir, a popularidade do tema foi ainda mais galvanizada depois de aparecer na banda sonora do filme Bohemian Rhapsody, Don't Stop Me Now é atualmente considerada a segunda música dos Queen com mais streamings no Reino Unido.


Em 1982, Body Language deu um exemplo memorável de como os Queen beneficiaram de ter um grande apelo internacional. Apesar de não ter sido um sucesso óbvio no Reino Unido, abalou os Estados Unidos, provavelmente ajudado pela notoriedade que ganhou ao se tornar o primeiro vídeo banido pela MTV, e disparou nos tops norte-americanos, dando à banda, em Junho de 1982, o seu quinto maior single de todos os tempos nos Estados Unidos.


It’s A Hard Life, apresentada no álbum The Works de 1984, foi o terceiro single desse álbum a chegar ao Top 10. A faixa também ganhou alguma notoriedade graças ao seu vídeo de um baile de máscaras ao estilo ópera de Pagliacci, com os seus companheiros de banda a gostar dos "olhos" do fato vermelho brilhante de Freddie, dando-lhe a aparência de um "camarão gigante".


E apesar dos quatro membros da banda terem partilhado os créditos na composição de cada música do álbum The Miracle, é amplamente reconhecida a inspiração de Freddie na faixa que deu nome ao álbum.


Este episódio, que revisita alguns dos sucessos mais memoráveis ​​do vocalista dos Queen, termina adequadamente com a última composição de Freddie, a abençoada A Winter’s Tale. Incluída no álbum Made in Heaven, foi um sucesso no Top 10 quando foi lançada postumamente, em 1995. E é uma recordação adequada do génio de Freddie como compositor.



Fonte: Queen Online